Chegando lá!

quarta-feira, 22 de dezembro de 2010

Despedida...

Adiei muito esse post mas resolvi encerrar o blog pois estou com pouco tempo pra me dedicar e gostaria de encerrar essa fase. Não consigo ficar numa coisa pela metade, ou estou inteira ou não estou.


Preciso me centrar nos estudos, dar um rumo na minha vida.

Esse blog foi multo importante pra mim , foi fundamental. É engraçado mas sem perceber fui me modificando por dentro , acertando, errando e finalmente a coisa fluiu, fui emagrecendo e voltando a me gostar. Ainda tenho cabeça de gorda mas já melhorei em muita coisa, principalmente a ideia de que não se pode ficar bitolada ao assunto dietas e afins para emagrecer.

Como não quero perder o contato com vocês , vou continuar comentando .

Não tem como agradecer a todo mundo sem cometer alguma injustiça  mas não posso deixar de falar dessas meninas, mais que especiais : Renata (Eu vou ficar magra), Nira (Coisas Minhas), Gabi (Mulher Pneu), Camila (Vencedora),Danielle (Minha casa de boneca), Cris (Em busca do corpo perdido) , Elisabete (Elisabete 2010), Ceci (A nova Ceci) ...



Agradeço todo apoio e as palavras sensatas nas horas difíceis.

Um bom final de ano e um maravilhoso 2011 pra todo mundo.

E sejam felizes agora!!

terça-feira, 21 de dezembro de 2010

Notícias.

Ando sem coragem de postar pois não tenho tido sossego pra escrever como eu gosto. Minha filha está de férias, passa o dia bagunçando tudo, atrás de mim, se eu saio da sala um minuto ela já vem atrás, perguntando:” –mamãe, o que você tá fazendo?”.
Quando vai ver televisão (desenhos) , começa a passar os comerciais de brinquedos e ela fica pedindo tudo, sem parar.


Às vezes eu só quero respirar um pouco, tadinha. Sei que se sente só, sem os amiguinhos da escola, sem muita opção.

Como ela está usando um medicamento para combater uma alergia, estou só esperando ela melhorar pra levá-la pra praia, pra passear um pouco. Levei ela no shopping pra ver a decoração e alguns passeios por praças pra ver as luzes de Natal. Mas no dia e semana, eu fico sem carro e confesso, perco um pouco a coragem pra sair nesse sol quente. Ela tem brincado com o amiguinho da frente, aquele da mãe que é super limitada, aquela moça que chegou a ir caminhar comigo mas o menino dela é muito agitado. Minha menina prefere brincar com a irmã dele mas ele fica em cima delas, atrapalhando tudo, grita, faz medo pra minha filha. Daí deixa as meninas nervosas, eu mesma fico nervosa e às vezes é melhor não ir. A mãe deles tb é muito nervosa, meio pra baixo. E eu tô correndo de gente deprê. Quero fazer amizade com gente “pra cima”, positiva.

Meu peso hoje estabilizou: 52,5. Mas ontem deu uma subida: 53,7.

Culpei a pizza que tinha comido no domingo, fora outras coisas.

Não quero ficar na neura mas preciso me cuidar por que perder um quilo é muito mais fácil do que perder 10. Na prática é bem mais fácil.

Então, estou assim, com a casa toda pra pôr em ordem, sem condições financeiras de chamar uma faxineira e à noite, quando consigo, leio as apostilas para concurso. Claro que tenho que me dedicar com afinco, estudar várias horas por dia mas com minha filha de férias e um monte de serviço de casa pra fazer, é o que me resta pra não ficar parada.

Volto mais tarde pra visitar vocês. Pra terminar, uma foto minha no sábado, indo pra festa de final de ano da escolinha da minha filha.

O rosto tá coberto pois eu me achei feia. Hehehehe!

Bjs!!

sexta-feira, 10 de dezembro de 2010

Dando as caras

Na quarta feira, fui à primeira festa (comes e bebes) desde que comecei minha RA , a primeira comunhão de uma senhora muito querida que é uma das melhores banqueteiras que eu já conheci. Não fiquei tão ansiosa pois estava até consciente. Passei o dia economizando pontos / calorias.


Como a festa foi no prédio da minha mãe , ela me viu e começou uma ladainha sem fim dizendo que estou esquelética, que eu vou perder minha saúde, etc. e etc. Eu tentava mudar de assunto e ela não parava, instigando o tempo todo. Daí não aguentei, falei alto mesmo, disse que ela que devia se cuidar pois está com uns 100 quilos, arriscada a ter um derrame ou um enfarte (come tudo, não faz exercícios, é de família de cardíacos) e que ela deveria me deixar em paz, que ela não vive pegando no pé da minha irmã. Cai no choro na frente da minha filha (odeio isso) e no final ela amansou um pouco mas antes me chamou de ingrata, agressiva e tal. É sempre essa tensão na casa de minha mãe, conto nos dedos as vezes em que ela está bem, leve, tranquila...quando eu me afasto meu pai fica telefonando querendo ver minha filha e lá vou eu, não sou de ficar remoendo coisas ruins, não faz bem, tenho minhas mágoas , eu acho, eles sempre valorizaram muito minha irmã, mas paciência, fazer o quê? Problema deles. São pais amorosos que nunca me deixaram faltar nada e é isso que importa. Uma pena só que minha mãe tenha me afastado tanto dela, pois com meu pai, apesar de termos alguns conflitos , sou bastante carinhosa com ele e ele comigo. Já minha mãe, mal consigo abraça-la. E o mais incrível é que criança eu era completamente apegada a ela. O tempo foi passando, nossa relação mudou, uma pena...mas eu sei que ela me ama, se preocupa comigo , só que a forma que ela faz isso é totalmente descontrolada, ansiosa.

Mas vamos à festa:

Tinha tuuuudo que eu amo: Salgadinhos, docinhos, um jantar delicioso com quiche, salpicão, bacalhau, rotollone e de sobremesa (meu fraco): Bolo Prestígio muito recheado, torta de sorvete , mousse de chocolate e maracujá e oum bolo que em formato de Bíblia.

Confesso que comi mais do que deveria . Mas não me empanturrei e tenho observado que mesmo nas minhas jaquinhas, como sim , mas não a ponto de passar mal como fazia...

Ainda teve a lembrancinha da festa que foi uma caixinha em formato de livro com (Adivinhem!) uns 10 docinhos maravilhosos!

No dia seguinte, estava inchadíssima (minha menstruarão só veio hoje, atrasou uns 4 dias) e lá fui eu toda serelepe me pesar e : 53,9!

Fiquei chateada e passei o dia me controlando. Só que...à noite a caixinha ficou “cantando” no meu ouvido e eu ia comer só uns 3 docinhos, comi tudo!

Bom, hoje menstruei e com isso a balança mostrou 52,7 e fiquei feliz. De uma forma ou de outra, estou mantendo o peso. De um jeito meio caótico, é verdade, mas estou.

Andei meio impaciente esses dias , talvez por ter faltado o antidepressivo, ou pela TPM mesmo mas agora espero só melhorar.

E a foto aí sou eu sorridente indo pra festa.

Bjs!

sábado, 4 de dezembro de 2010

Dando um tempo...

Iniciei esse blog com o objetivo de emagrecer e resgatar minha auto -estima. Consegui emagrecer, (essa semana meu peso chegou a 52kg 600 ) e agora, acho que preciso me distanciar um pouco desse universo virtual pois o tempo está passando, tenho 38 anos ,preciso batalhar para passar num concurso, preciso me arriscar mais na vida, superar a falsa sensação de conforto e segurança que essa minha vidinha metódica, rotineira me transmite. Tenho que dar uma mexida até naminha relação com a net, me desconectar um pouco.

Não vou sumir , muito menos excluir o blog pois quero continuar mantendo o contato com vocês e acompanhando a evolução de cada uma.

O Blog, mesmo postando uma vez na semana, toma meu tempo, me deixa dispersa. Fora que eu ainda tenho uma casa e uma filha pra cuidar.

Passei 20 anos emagrecendo e engordando, obcecada por comida, por dietas , pela minha imagem e o tempo que eu perdi nisso foi preciosíssimo, sei que deixei muita coisa no caminho , meio que usando a desculpa de que tinha um problema alimentar, que não conseguia me libertar dele e por isso minha vida não ia pra frente. Não progredi profissionalmente e nem minha gravidez eu curti como deveria pois só me angustiava com o peso ganho. Deixei de ir a comemorações , festas, viagens por que não queria sair daquele meu mundinho de comida regrada e rituais.

Ainda tenho transtorno alimentar , muito medo de engordar e estou longe de estar curada ,mas , creio que dei um grande passo de aceitação assumindo que já sou uma mulher de trinta e tantos, que não posso ter o peso de uma mocinha de 15 e sim, eu posso ser um pouco mais cheinha, ou não ser nem gorda nem magra.

Relutei muito em escrever esse post mas acho que não posso perder mais tempo, a vida taí, muita coisa pra ser vivida, muita coisa pra conquistar e eu tenho que mudar um pouco meu foco dessa coisa de peso e medidas.

Dou um beijo em cada uma das meninas e não vou embora, vou continuar comentando nos blogs de vocês e postando , só a assiduidade vai ser bem menor.

Bjs e tô na área!!

terça-feira, 30 de novembro de 2010

De grama em grama...


Menos 300 gramas. Sei que o finalzinho é assim mesmo, devagar, a gente vai perdendo graminhas, outra semana não perde nada...confesso também que não estou fazendo a RA 100 por cento nem me esforçando muito pra me exercitar.
Essa semana vou tentar fazer certinha pra jogar fora esse último quilinho.
Talvez até devesse ficar com 53 e começar a malhar de verdade pra melhorar os pneus e afins...meu problema continua sendo o tronco.
Vou avaliar ...
Será que ainda preciso emagrecer?
Ainda sou muito insegura, é como não conseguisse ver meu corpo como ele realmente é. Tenho distorção da minha imagem, isso eu sei.

Pra terminar esse post, um pequeno texto que recebi via e-mail , atribuído a Chico Buarque (digo atribuído por que por internet a gente nunca sabe quem é o autor de verdade).
Nunca vi uma definição de solidão tão perfeita quanto essa. Serviu muito pra mim, pra aquilo que eu chamo de solidão.

Solidão não é a falta de gente para conversar, namorar, passear ou fazer sexo... Isto é carência.
Solidão não é o sentimento que experimentamos pela ausência de entes queridos que não podem mais voltar... Isto é saudade.
Solidão não é o retiro voluntário que a gente se impõe, às vezes, para realinhar os pensamentos... Isto é equilíbrio.
Solidão não é o claustro involuntário que o destino nos impõe compulsoriamente para que revejamos a nossa vida. .. Isto é um princípio da natureza.
Solidão não é o vazio de gente ao nosso lado... Isto é circunstância.
Solidão é muito mais do que isto.
Solidão é quando nos perdemos de nós mesmos e procuramos em vão pela nossa alma....

Francisco Buarque de Holanda

quinta-feira, 25 de novembro de 2010

Não se submeter aos padrões impostos é uma afirmação de liberdade.




Primeiramente, a pesagem de terça: Menos 600 gramas.


Até acho que meu peso está bom, estou proporcional ,que posso parar de emagrecer mas no fundo , por mais que lute, tenho enraizado em mim a idéia de ser magra,não uma mulher média, mas magra mesmo. Então persigo um número redondo, seja ele 52 ou 53. Que aliás,é só um número, que pode mudar todo dia, que se for ver na balança da esquina, já vai dar um dígito diferente.

Mas sou fruto de uma educação de anos lendo “Boa forma”, “Dieta já” e até as não pretensamente revistas de fitness, mas que sempre, em todas edições trazem o assunto em pauta (Marie Claire, Claudia...).Queria ser uma mulher TPM (Conhecem a revista?). Totalmente transgressora (ao meu ver), sem firulas, sem máscaras...

Mas, voltando ao assunto, não posso me distanciar da minha nova “persona” e deixar aquela Adriana neurótica , obcecada por magreza e por comida (na mesma proporção), no passado. Preciso admirar as formas, as mulheres que não se submetem , seja por um nariz diferente que passa ileso por uma rinoplastia, ou um cabelo cacheado que não faz progressiva e principalmente, aquela que se orgulha das suas curvas, que diz: “-Não sou magérrima, não sou esquálida nem quero ser pois meu corpo é bonito desse jeito.

E é esta que estou tentando ser, me reconstruindo dia a dia.

Tô totalmente, “Dove, beleza real”...(risos).


                                          Imagem retirada daqui:

quinta-feira, 18 de novembro de 2010

Pagando biquíne , ou quase...

Fomos ontem para Porto de Galinhas, já que meu marido está de férias e meus pais queriam ir. Fui de sunkine, achei melhor. Cclaro que tinham uns corpos deslumbrantes com barrigas tanquinho e tal mas eu até estava me sentindo bem. Maaaaaas ...ao ver as fotos de sunkine...ai,ai, aqueles pneuzinhos que eu não tenho disciplina e força de vontade pra tirar...e tem uma foto que deletei pois mostrava minhas coxas lotadas de celulite.


Mas...me controlei bem, comi o que estava programado na RA.

É difícil a gente não se submeter, tirar as amarras da ditadura da beleza. Acho bonito corpos curvilíneos mas às vezes me deparo com uma foto de uma mulher magra, seca e me dá uma “crise”, por assim dizer.

Quero estar cada vez melhor fisicamente, me aceitando, sabendo que com 38 não posso querer ter um corpinho sarado de uma menina de 20 mas posso ter um corpo bonito se eu me empenhar e me cuidar. Acho que importante é realçar o que a gente tem de bonito e não se concentrar nos defeitos.

Hoje fui no shopping e na livraria dei uma olhada nas revistas tipo Shape, Boa Forma, é legal e tal mas, sei lá, tô saindo dessa, de ficar em torno desse mundinho de estética e fitness, é tudo igual, toda revista tem um plano maravilhoso pra emagrecer que é nada mais nada menos que fechar a boca, sempre aquelas mulheres com photoshop, falando aquele monte de clichê: “-Sou chocólatra assumida, faço yoga , pilates e corrida, aquela conversinha “nem vai nem vem”, saturei...

Sempre fui muuuuito encanada com meu corpo e totalmente louca por literatura, leio compulsivamente desde os 6 anos , o que não deixa de ser um contrassenso , o que me leva a achar que essa minha extrema vaidade com meu corpo é mais por insegurança, com a necessidade de me enquadrar pra ser aceita (coisa de adolescente,eu sei, eu sei...) do que vaidade genuína.

As calças jeans tamanho 36 já começam a entrar, antes elas não passavam das coxas, o que sinaliza que estou perto da minha meta de peso.

A primeira e a segunda foto sou eu com uns 49 kgs, hoje eu acho magra demais, a terceira e a quarta são as de ontem. Mas selecionei a foto de barriga melhorzinha, no resto fiquei um “bucho”!!




terça-feira, 16 de novembro de 2010

Só 100 gramas a menos mas tá valendo...


Foi uma semana muito cheia de arranhões e só diminuí 100 gramainhas mas tudo bem, essa semana vou tentando fazer melhor. Hoje saí pra caminhar e corri um pouco.
Meu problema continua sendo a noite pois me bate uma larica por doces...

Hoje tive uma conversa bem séria com meu marido e ele me falou , entre outras coisas que se sente só pra resolver os problemas pois eu fujo das coisas ou sou frágil demais pra certos assuntos. Me disse que o contrato no trabalho dele pode ou não ser renovado , já que é um cargo de confiança e ele tem que se preparar pra isso também...eu não havia pensado nisso, achei que ele teria pelo menos mais um ano de "estabilidade". Mas não, em janeiro, tudo pode mudar e ele pode ficar ou não. Que está correndo atrás de outras coisas pra não ficar acomodado . E que eu preciso também reagir.
Quando fui caminhar pensei e pensei e realmente, acho que fico me poupando e ele fica com muita carga pra ele...me deu uma angústia grande pensando em todos os compromissos que temos (prestação do apartamento, escola, plano de saúde) e como é importante que ele continue no cargo. E o que eu posso fazer por nós ,pela nossa família é economizar (sou gastadeira demais) e estudar, estudar muito pra concurso ,já que com 38 anos , o mercado privado está fechado pra mim.
Vou tentar não entrar em pânico e viver um dia de cada vez.

Minha "libertação" está sendo primordial pra mim. Tanta coisa que eu perdi, tantas festas, tantas idas a  restaurante, idas ao cinema, tudo , tudo que eu vivia, me controlando ao máximo pra não engordar nem um quilinho...vivendo em função da balança, de quanto estaria pesando no dia seguinte...eu não vivia, era controlada pelo meu corpo e pela comida. Perdi a espontaneidade, o gosto pela vida por que tudo girava em torno do que comer ou o que não comer.
Cheguei a ir a provas de concurso público com fome pois não queria sair da dieta restritiva que me impunha. Logicamente, fazia uma prova horrível.
Claro que não estou 100 por cento mas sinto que estou evoluindo. Quero ser magra sim mas com aparência saudável. Que ro viver, minha vida é agora e não quando estiver com meu peso ideal ou quando minha barriga estiver tanquinho...quero ser feliz hoje, agora!!

segunda-feira, 15 de novembro de 2010

Agradeço os elogios. Realmente, eu desinchei muito e doze quilos fizeram um bocado de diferença. Mesmo estando tão consciente de que não sou uma top model para ser magérrima, que agora valorizo uma beleza saudável e real, com curvas e tal, quando me vejo em fotos , ainda me sinto gordinha...será que emagrecendo esses poucos quilos que faltam, vou começar a me sentir bem?


Há! Hoje saí com uma calça tamanho 36 que na época da magreza extrema ficava folgada, caindo. Ela ainda está justa, creio que daqui a uns 2 kgs ela vai ficar boa, confortável. Tenho duas calças jeans que nem cheguei a usar mas elas são bem pequenas, são 36 também mas com uma fôrma menor mas não sei se quero ficar tão magra a ponto de elas caberem , ou melhor, elas podem até caber mas não vou voltar àqueles 48 kgs horrendos. Quero ser uma magra saudável, com o rosto corado.

Se as calças não chegarem a me servir, paciência, me desfaço delas e compro uma 38.

Taí uma foto de hoje com a tal calça 36:




Há! E começando hoje meu novo movimento: Pela beleza própria, sem estereótipos, valorizando as diferenças e se aceitando, taí umas fotos do google pra me inspirar:



                                                            Imagens retiradas daqui

Vou continuar me cuidando mas vou começar a não comprar revistas de dieta, a não medir minha felicidade pelo número que a balança mostra e amando o corpo que eu tenho agora, embora ainda queira melhorá-lo. Afinal, minha vida é agora!


Bjs!

domingo, 14 de novembro de 2010

Fotos! Antes e durante.

Na primeira foto, com 66 kgs e 600, um dia antes de começar a emagrecer e na segunda na semana passada, com 55 kgs mais ou menos.


Quanto ainda preciso emagrecer? Não vou pagar biquíne no blog com esse meu corpitcho, né? Só apareço de roupa!!

terça-feira, 9 de novembro de 2010

Aceitação ...



Primeiramente, emagreci um quilo, na verdade foi um quilo em 15 dias e mesmo com minha semana imperfeita, felizmente a D. Plenna foi camarada...
Uma coisa muuuuito interessante está me acontecendo.
Quem acompanha meu blog deve saber que tenho transtorno alimentar desde os 13 anos, ou desde que nasci, nem sei mais...fui uma criança muito problemática pra comer e adolescente tive sérios problemas, fiquei com 22 quilos a mais e depois fui anoréxica pesando apenas 35 quilos, cheguei a ser internada e depois de "curada", voltei a ser obesa e então virei uma sanfona humana, engordando e emagrecendo...um ano depois que minha filha nasceu, resolvi encarar uma dieta pra perder os útimos quilos que sobraram da gravidez só que perdi o controle e fiquei com 47 kgs o que é muito pouco pra mim...foi uma auê com minha família, uma campanha enorme pra eu comer e eu comecei a comer , só que comi demais, na verdade, comecei a me empanturrar até passar mal e ganhei quase 20 kgs. O ano de 2009 foi um pesadelo: Falta de dinheiro, casamento por um fio, depressão, gordura,...depois de um ano e meio de muita decepção, sem conseguir vencer um dia de dieta, consegui começar a emagrecer e cheguei como estou hoje aos 12 kgs a menos. Mas ,secretamente , eu alimentava uma vontade de chegar a 47 ou 48 kgs. E fui emagrecendo, fazendo as modificação nas refeições, nada muito radical...só que eu sentia (sinto?) um certo sentimento de não estar fazendo a coisa certa, comecei a ver corpos não tão magros mas bonitos , harmoniosos e foi quando eu comecei e me preocupar não só com o peso mas com a harmonia do meu corpo. Mas alguma coisa, como se fose um “orgulho anoréxico” me fazia querer ter 48 kgs e me enchia de culpa caso eu pensasse me ter mais que isso. Tanto que relutei muito em mudar minha meta na barrinha de 48 pra 50 kgs. Talvez só quem tenha ou teve um transtorno alimentar vá entender isso...
No domingo assisti um episódio do programa "Noivas fora de forma" do GNT, um realitty sobre noivas que precisam emagrecer/ entrar em forma , pra caberem no vestido e esse episódio mostrou uma moça bonita com 1 m60 (minha altura) e que estava pesando 64 kgs. Eu com 64 kgs fico bem gorda pois sou gorda maçã mas como essa moça era gorda pêra, estava fora de forma sim mas não tão gorda. E ela começou um programa de exercicios e dieta pra emagrecer e perder medidas e chegou a 58 kgs, perdeu 10 cm de cintura e 10 de quadril , seu corpo ficou simplesmente lindo, feminino, sensual.
E eu que sempre neguei tanto minha vontade de me ver como uma mulher, uma mulher de 38 anos que sou, que submeti tanto meu corpo a ser magérrimo negando qualquer traço de voluptuosidade que pudesse ter, me vi querendo não ficar mais esquelétia mas sim com curvas. Inacreditável! Eu cultuo a magreza desde os 13 anos, não é à toa que tive anorexia duas vezes , pra mim isso é algo completamente novo. Me senti liberta com essa aceitação. , parecia que uma cortina tivesse sido aberta em minha mente...
Mas claro, nem tudo é tão fácil. Explicando: Tirando umas fotos de biquíne , me acho gorda, “atarracada”. Quando me vejo de roupa me sinto bem...mas o mais incrível é que eu era totalmente 8 ou 800 , pra mim não tinha graça que eu estivesse no meio, ou tinha que ser esquálida ou nada. E hoje me imagino como uma mulher possível e feliz com isso.
Gente, não sei se surtei e se isso é fogo de palha mas, de qualquer forma, encarei como um aprendizado, estou me sentindo feliz, acho que isso reflete até aqui em casa com meu marido e minha filha: Estamos muito harmoniosos.
Ainda sinto melancolia à tarde, ainda tenho medos infundados mas me sinto viva, tranquila...
Ainda não sei que peso vou ficar, estou reavaliando mais uma vez minha meta.
Bjs!!

quinta-feira, 4 de novembro de 2010

Não emagreci nadinha, não posso mais ficar "pendurada" na net...

Depois de uma semana totalmente imperfeita meu peso nem subiu nem desceu.
Agora meu plano na internet é por hora então estou tentando economizar pra a conexão render até o final do ano, são poucas horas ,um stress!Faço as visitas meio na carreira.Se eu ficar em falta com alguém ,tenham paciência , aos pouquinhos eu vou colocando em dia .
Há, ando bem estranha, tentando tirar da minha cabeça que preciso estar na meta até o Natal pois acho que isso me deixa mais ansiosa.
Bjs grandes!!

sexta-feira, 29 de outubro de 2010

Talvez fique ausente alguns dias, outros assuntos...

Como diz o título aí em cima, talvez eu fique ausente por alguns dias pois vamos mudar de provedor e eu não sei quando meu marido vai fazer outro contrato. Mas acho que vão ser só alguns dias, espero!
Ontem dei uma jacadinha...nem eu sei por que fico me boicotando dessa forma. Nem estava com tanta vontade assim de comer bobagens...talvez , inconscientemente eu esteja relutando em ficar magra. Por medo, por comodismo, por achar que ao emagrecer todos os quilos que pretendo eu tenha que enfrentar de verdade meus medos, os desafios a que me proponho e nunca cumpro...
Uma coisa que eu faço e faço a muitos anos é que vivo a vida como se fosse um ensaio, fico sempre esperando, dizendo que minha vida verdadeira vai começar assim que emagrecer ou assim que eu arrumar meu quarto ou assim que eu estiver com dinheiro. E é tudo ilusão...o hoje, o agora é que é nossa vida de verdade.
Falo pra mim mesma:" -Quando tiver 50 quilos vou ser feliz!" ou "- Quando passar num concurso vou ser feliz".
E talvez eu ache que qdo atingir meu peso ideal (seja ele qual for) vou poder comer tudo o que gosto. Por que vivo assim esperando pelo meu peso ideal se a RA é pra sempre? E se eu sei disso, por que fico me iludindo? Por que não começo hoje meus hábitos de comer frutas e não biscoitos à noite ou tomar leite e não suco light, deixar o refri (mesmo zero) ou pelo menos diminuir...digo pra mim mesma que qdo emagrecer deixo de tomar tanta coca zero. Como se eu fosse me transformar de vez...
Nossa, hoje eu tô que tô.
Nem sei se me fiz entender. Acho que preciso buscar outras coisas para me preencher além da RA e dos meus livros.

Outro assunto: Alguém aí tem uma leve depressão após o almoço ou no cair da tarde?
Gente, são raros os dias que eu não me senti melancólica no entardecer e nos último anos, também após o almoço. Sei que não é incomum mas isso me incomoda.
No entardecer ,eu acho que por estar acabando o dia, tem algo a ver com o final de um ciclo, ou algo assim. Também tenho uma coisa meio mau resolvida com o horário após o almoço pois sempre meus pais dormiam , sempre davam pelo menos um cochilo e eu nunca fui de dormir nesse horário e lembro que sempre me senti sozinha, vulnerável...no meu pós parto então foi pior pois eu ficava só (fiquei uns meses na casa de minha mãe) , com um monte de hormônios em ebulição , com um bebê novinho e sozinha num apartamento enorme e triste, o tempo não passava ...
Também trabalhei num lugar em que a maioria dos funcionários iam embora pois davam meio expediente e só eu ficava , sozinha numa sala...mas acho que não se trata só do medo de ficar sozinha pois mesmo quando estou com pessoas me sinto melanólica nesse horário.
Ai, essa minha cabeça que pensa demais!!

Meninas, será que consigo detonar esses quilos até o Natal, mais precisamente até o dia 20? Sei lá, queria conseguir passar o Natal e Ano Novo no peso desejado.
Só depende de mim, né?
Bjs, volto assim que puder!!
                   

terça-feira, 26 de outubro de 2010

Peso de hoje

Peso: 55,4.
Queria ter chegado a 54 e alguma coisa mas tive umas jacadinhas básicas e esse resultado tá bom, foram 15 dias sem me pesar. O grande problema tem sido a noite. Passo o dia tranquila mas à noite ,mais precisamente antes de dormir, fico pensando no que tem na despensa, imaginando comer isso ou aquilo...
Outra coisa que tem me preocupado é meu tronco. As roupas já começam a caber mas minha cintura e meu abdômen não estão afinando! Eu sei que como carboidratos à noite, que tomo coca zero e não faço exercícios como deveria. Preciso assumir essa responsabilidade e investir nessas coisas pra ter um corpo harmonioso. Não adianta estar magra como um graveto e com pneus...eu juro, juro que vou mudar isso!! Acho que o efeito sanfona junto com a gravidez maltrataram meu corpo sim , estou flácida , pricipalmente no abdômen e se alguém tiver sugestões pra enrijecer, afinar, etc e tal, tá valendo! Corrida? Cremes redutores? Abdominais? Quem tiver dicas , pode me mandar!!

Minha vida tá mais ou menos, por assim dizer.
Aquele problema dos meus pais é mesmo muito sério, eles terão um grande prejuízo ao que tudo indica e talvez até eu seja atingida! Me enchi de insegurança, de "por que eu?" mas fiquei pensando que tem tanta gente pior, gente doente e sem condições de se tratar, que mesmo com dinheiro está num estado tal que não consegue tratamento...isso me mostra que cada vez mais preciso lutar pra entrar num emprego público, pra ter alguma autonomia e independência.
Ontem meu marido me fez uma raiva grande depois pediu desculpas, eu aproveitei pra botar um monte de sapo pra fora, ele ouviu e ficou todo mansinho, um santo. Humpf!!

Final do ano chegando, se eu quiser, chego ao meu peso ideal nas festas se não ficar abrindo tanta concessão e  se manter meu foco...andei pensando na minha meta. Coloquei 48 mas acho que 50 tá bom pra mim. Tenho 38 anos e ficar magra demais não fica bem. Tenho que escolher entre ficar magrinha e com a cara mais jovem ou magérrima e envelhecida, né? Perto dos 40 a gente tem que fazer escolhas mesmo...quando chegar pertinho da meta , avalio se devo emagrecer mais...

Volto mais tarde para as visitas!

terça-feira, 19 de outubro de 2010

Um monte de assuntos...

Tenho estado com a amiga que falei nesse post. Ela sempre me dizia que o marido dela era ótimo pra ela e para os filhos mas ontem esteve aqui bem nervosa, chorando e dizendo que ele é um grosso, que a humilha,  que ela se separou dele mas ele ficou indo vê-la pedindo pra voltar e além disso, ele ameaçou tirar os filhos dele indo ao conselho tutelar... perguntei se ela já sofreu violência física e ela me disse que ele já deu um tapa no rosto dela. Ela não quis dizer pra ele onde eu moro com medo que ele venha aqui, daí eu fiquei sem graça,né? Já pensou se esse maluco vem fazer confusão?
Por quê, meu Deus, não consigo ter uma amiga mais descomplicada?
Tive pena dela ,claro . Não cortei a amizade, como já disse , está sendo muito bom pra minha filha brincar com as crianças dela mas vou ficar bem atenta pra coisa não complicar pro meu lado... também não acho legal essa coisa de "comadres". Vou explicar, essa coisa de ficar indo na casa da vizinha pra conversar, vêr TV, acho que é coisa de mulher que não quer trabalhar nem estudar, que vive em função da vida dos outros...acho uma coisa tão medíocre, sabe?
Ela assiste uma novela mexicana À tarde! Tudo bem que no meu pós -parto estava viciada em "Maria do Bairro" que passava no SBT , mas eu sabia assistir com senso crítico, sabendo que aquilo era tão ruim, tão cafona que ficava bom.
Fico pensando que estou a anos luz daquela doutora em antropologia que eu sonhei ser . Claro que não morri, que ainda posso realizar muita coisa mas hoje dou preferência a estudar pra ter um emprego seguro.
Hoje minha mãe me ligou me falando sobre uma questão muito preocupante que pode envolver grande prejuízo financeiro. Fiquei muito preocupada, inclusive com meu pai que tem 65 anos mas a saúde física e mental de um homeme de 80 (um homem dessa idade sem saúde). Ontem , acho que com tanta peturbação ele levou uma queda mas felizmente não teve nenhum osso quebrado. Me preocupa também por minha mãe levar esse barco sozinha, sem um companheiro que a ajude, ela se sente só, insegura, mesmo sendo uma mulher forte . Felizmente meu cunhado que é uma pessoa muito legal está ajudando -a com o problema que eu citei.
E agora estamos de novo com pouca grana, ai,ai...
Gente, me desculpem esse post tão cheio de problemas mas eu precisava desabafar com alguém...nem que fosse com meu blog!

Mas a dieta tá indo bem, só não consigo manter minha rotina de exercícios , todo dia abro a revista que separei com a série que vou fazer e "nunca dá tempo". Hum...até parece ,né?

As coisas vão melhorar , eu sei disso, tudo passa, inclusive essas fases ruins.
Bjs, vou visitar os blogues!!

domingo, 17 de outubro de 2010

Esperando...

Na sexta tive outro descontrole e comi mais chocolate .No sábado a balança já deu uma subida mas pra não me desesperar, combinei comigo mesma de só me pesar na outra terça, portanto , durante dez dias vou procurar fazer uma dieta mais certinha e fazer exercícios. Estou sonhando com 2 kgs a menos, quem sabe, né?
Vou parar de me cobrar ficar magra até o Natal , acho que esse tipo de pressão não funciona pra mim.
Amanhã eu volto.
Bjs!

sexta-feira, 15 de outubro de 2010

Dando notícias...


Ontem fiz tudo certinho. Hoje também mas menos que ontem. Não que tenha jacado mas comi mais pontos do que talvez precisasse... a verdade é que tô meio desanimada hoje com a RA. Às vezes o processo todo me dá uma preguiça, uma má vontade...estou nessa de fazer dieta , emagrecer e engordar desde os 13 anos, meio de saco cheio, sabe?
Mas é assim mesmo, é o preço a se pagar,se a gente for pensar bem é um preço até pequeno se a gente for comparar com tanta coisa mais chata, mais sacrificante...
Desculpem o desabafo , não gosto muito de postar quando estou assim mas não finjo que minha vida é toda certinha não, tenho meus momentos (muitos aliás) de fraqueza, desânimo e afins...
Estou entrando na TPM e tudo indica que no dia da próxima pesagem vou estar no auge do inchaço. Por isso, nem sei se devo me pesar na terça ou esperar. Estou tomando chá de cavalinha pra ajudar a  desinchar mas tomo só uma xícara por dia, nem sei se é suficiente. Tô arriscando também uma xícara de chá verde (o pacote estava guardado a um ano, fechado) mas, acho tão ruim...talvez misturando com limão dê uma melhorada, vou tentar.
Bjs, bom fim de semana!

Vamos ajudar a Gabi!

Gente, através do blog da Nira, fiquei conhcendo o da Gabi e me comovi com a história  dessa moça.
Segue o post dela, copiado na íntegra:

"Hoje voltei ao médico pra reavaliação. os resultados dos exames surpreenderam os médicos positivamente. a mim não, porque, sinceramente, eu sei que estou melhor a cada dia. mas sempre dá aquele friozinho na barriga, né?

os resultados dos exames de sangue estão ÓTIMOS. nem deu alteração por conta da cervejinha que tomei um dia antes do exame. hehehe

resultado da tomografia: a manchinha que eu tinha no pulmão diminuiu, a manchinha que eu tinha no fígado sumiu e dos três pontinhos de metástase na coluna, só aparece um, ou seja, essa porcaria de remédio que me deixa tão mal tá realmente fazendo efeito.


por conta disso, gostaria de fazer um apelo aqui: ALGUÉM TEM ALGUM CONTATO NA SECRETARIA DA SAÚDE DO ESTADO DE SP????


explico: entramos com um processo lá pra conseguirmos os remédios pelo Estado no dia 23/08. acontece que esse processo está demorando mais que o normal (30 dias) e pelo que ficamos sabendo a demora é por conta das eleições.

soube hoje pelo meu médico que a secretaria comprou 7.500 caixas dessa medicação que eu preciso, então a demora lá é burocrática mesmo.


fica aqui o meu apelo para que se alguém tiver algum contato na secretaria ou algum político que tenha influência lá dentro e puder me ajudar para agilizar esse processo, já que eu só tenho remédio pra mais uma semana (ganhei do médico), que por favor entre em contato comigo pelo email: advogabi@gmail.com ou pelo twitter @gabinacozinha.

desde já agradeço a todos pelas orações, pela força e pelas mensagens de carinho que recebo diariamente.

UPDATE: pra quem não sabe, os médicos optaram por trocar o esquema de tratamento e agora estou tomando essa quimioterapia oral. explico aqui. eu tinha conseguido essa medicação pelo plano de saúde, que agora vetou, uma vez que essa medicação não é coberta pelo contrato.

os remédios que eu tomo são:

XELODA (nome comercial) - capecitabina (princípio ativo) - 5 comprimidos diários - uso contínuo

THYKERB (nome comercial) - disolato de lapatinibe - 8 comprimidos diários por 14 dias com pausa de 7 dias

esses remédios custam 17 mil reais por mês e é impossível pra mim e pra minha família pagar por eles, por isso estamos tentando conseguir pelo Estado."
 
Minha avó fez tratamento para o câncer e conseguia esses remédios caríssimos pelo SUS, justamente através de pessoas conhecidas. Não sou de São Paulo mas acredito que há pessoas que lêem meu blog que são, se alguém puder ajudá-la...
Se alguém quiser pode divulgar no seu próprio blog.
Bjs!!

quinta-feira, 14 de outubro de 2010

Confessando um descontrole ontem antes de dormir...

Não consigo jacar e não contar aqui, esse blog tá virando minha consciência...ontem eu tinha ido no shopping comprar o presente da professora e passei nas Amerianas pra procurar o minitalento dark. Esse eu ainda consigo comer com controle, acho que por ser meio amargo e tal tem mais cara de dieta. Não tinha , só havia o de castanha do pará e eu comprei 5 dizendo a mim mesma que só ia comer dois por semana. Comprei também 2 bombons suflair dizendo que só iria comer um de cada vez e no máximo uma vez por semana...Sei...até parece! Meu inconsciente estava me pregando peças, na hora de dormir me deu um ataque , devorei tudo e mais uns biscoitos passatempo.
Hoje me pesei e mais 100 gramas , eu não posso ficar brincando desse jeito, meu metabolismo pode me dar um susto e esses chocolates serem somados mais adiante, as coisas funcionam assim...
Mas hoje acordei disposta a me levar a sério e vou sair agora sozinha pra caminhar pois a amiga avisou que não vai hoje.
Bjs, mais tarde eu visito vocês!!

quarta-feira, 13 de outubro de 2010

Por aqui, tudo em paz...

Dia normal, estive com a amiga, aquela moça que minha filha brinca com o filhinho dela, aliás, tenho estado com ela todos os dias pois levamos as crianças pra escola juntas mas ela é muuuuito simplória, eu nem sabia que ainda existiam mulheres assim, sem a mínima ambição, sem nenhum anseio....outro dia eu levei minha filha pra brincar com os filhos dela e, diante da televisão ligada na programação matutina infantil e eu morrendo de tédio, perguntei se ela não assiste o "Hoje em dia"( pelo menos tem algum jornalismo,né?).
Sabe o que ela disse:
"- Não faço questão  de ver não..."
Só estou convivendo com ela por que minha filha está adorando a companhia dos seus filhos e ela não parece ser uma pessoa ruim,sabe? Não é de falar mal das pessoas, não é de ficar me sabatinando querendo saber coisas da minha vida...
A RA tá meia boca, a novidade é que trocamos o fogão e a geladeira e meu marido comprou carne, frango etc e tal e disse que agora eu vou ter que cozinhar pois não vamos mais gastar dinheiro com restaurante como antes...eu estava mau acostumada comendo sempre fora ,sem ter trabalho pra cozinhar e sem lavar pratos e panelas...agora vou ter que aperfeiçoar meus dotes culinários que não são muitos mas vou dar uma pesquisada na net e vencer mais esse desafio...
Bjs!

terça-feira, 12 de outubro de 2010

Pesagem, feriado...

O post vai ser curtinho, estou com sono. Apesar de ontem, quando já  estava na cama, ter devorado um pacote de biscoito passatempo, meu peso baixou sim, aquele peso do sábado deve ter sido inchaço. Menos 1 kg e 100! Maravilha, tô cada vez mais perto do meu objetivo!
Dia das crianças foi bom, fui no shopping com minha filha e meus pais e ela fez tudo que gosta: Brincou nos brinquedos do parque, comeu pipoca e tomou sorvete. Liberada pra tudo! Só por hoje, né?
Estou feliz e ainda tentando colocar minha vida (casa, rotina de estudos e outras coisas) em ordem.
Amanhã eu volto.
Bjs!!

sábado, 9 de outubro de 2010

Putz, que dia!!

Depois de ontem, dia tranquilo e tal...acordei super cedo com minha filha e  "crente que estava abafando" como diz minha tia, fui me pesar e....57,9!!
Que raiva! Mais 200 gramas!! Minha alimentação tá normal, sei que existem essas oscilações mas, que saco!!
Fui com minha filha na emergência pediátrica pois ela está tossindo e lá a médica me criticou, dizendo que ela já está a muito tempo tossindo, que pode ser uma pneumonia atípica, que precisa de um raio X, urgente...lá fui eu no laboratório tirar o raio X, só que só fica pronto na quarta...daí volto e ela me diz que não pode medicar, que eu fosse para um hospital, que não dá pra esperar até quarta!!
Daí eu volto pra casa e meu marido tira o dia pra me irritar, tudo que eu fazia, era uma "notinha" , uma ironia...ele foi numa emergência dois dias atrás, sendo que não tem plano e pagou 300 reais por um atendimento...daí hoje disse que ia voltar para o hospital pois ainda estava mal...e eu:"- Mal como?"
"- Estou com medo de enfartar".
Claro que eu fiquei preocupada mas também sou prática, pensei:"- pôxa, por que ele não faz um plano?"
Eu já fiz milhões de planos pra ele e ele deixa de pagar...
Então fomos no shopping almoçar, depois em outra emergência pediátrica e dessa vez, a médica foi bem mais...light, digamos assim. Ela garantiu que os pulmões dela estão limpos, que essa gripe parece ser de fundo alérgico....e é claro que que a culpa é minha,né? Meu marido falou que eu não limpo os filtros do ar condicionado, estou levando a menina no shopping...e eu ouvindo...quando a gente foi no supermercado , as gracinhas continuaram daí eu enchi o saco e disse que não estava agunetando ele, que desde que ele voltou a ficar em casa a paz acabou, que era melhor ele ter ficado naquela vida de viajar pelo interior...o pior é que eu acho que a gente tá voltando a brigar pela convivência...enquanto existiam boas perspectivas com a eleição, o dinheiro estava entrando e ele também estava fora as coisas estavam artificialmente tranquilas. Agora que "o sonho acabou" ele está revendo a vida, acho que a ficha caiu esses dias e está deprimido...
Fico pensando que eu amo muito ele mas ,sei lá, quando a gente começa a conviver, sempre dá nisso...conviver demais,sabe? E em novembro ele entra de férias, aí é que vamos ver, ou a gente rompe de vez ou vai conseguir se harmonizar...
Minha bebê ainda vomitou na minha cama e ele foi dar banho nela enquanto eu mudava a roupa de cama.
Saiu agora, disse que vai comer um filé a parmegianna, é o prato preferido dele eu vim aqui desabafar.
Mas tudo bem , amanhã é outro dia., as coisas vão melhorar, tenho fé...
Bjs grandes!!

sexta-feira, 8 de outubro de 2010

Tem dias...

...como hoje que meu apetite está controlado, estou calma e centrada. Mas tem dias que estou atacada , só penso em jacar e jacar!
 Comecei a caminhar com a mãe do amiguinho da minha filha. Ela mora num prédio em frente do meu...só que...ela tem 27 anos, o marido 60, ela  é do interior (nadinha contra, adoro interior, só estou comentando), nunca trabalhou, quando eu comento que tenho vontade de fazer outra faculdade, ela se cala, só ouve...uma vez perguntei se ela tinha vontade de trabalhar e ela disse que não, que gosta de ficar em casa...fala "poblema", "pranta"... aí eu não posso falar do que eu mais gosto que são livros, cinema, relacionamentos humanos ...a vida pra ela parece ser bem simples, sem grandes problemas, sem nenhuma ambição...parece ser uma pessoa boa, mas não é uma pessoa que eu possa conviver sempre, por conta dessas limitações, por assim dizer...tenho medo de me acomodar, acho que as pessoas que você convive podem te influenciar muito.
Mas a caminhada foi boa e , vou tentar ir todo dia na semana que vem pra me preparar para correr...
Não estou ansiosa com o final de semana, tem sido relativamente tranquilo, só tem os stress da minha mãe, mas vou tentar me manter calma, estóica, zen....tomara que consiga,né?

Beijos e ótimo fim de semana pra vocês!!...

terça-feira, 5 de outubro de 2010

Domingo triste pra nós. / Emagreci!

Com o resultado da apuração dos votos dos deputados, ficamos sabendo que o candidato pra quem meu marido fez o trabalho de marketing durante 2 anos, que tínhamos tanta esperança de vitória não ganhou...
Fiquei bem triste e abatida, até pelo esforço que meu marido empregou nesse projeto...no dia fui dormir cedo já pra evitar ataques de gula. Mas ontem, tive uma crise de compulsão e comi um saco de batata frita e uns 10 biscoitos recheados mais um mini talento...esse tipo de coisa é melhor não ter em casa mas, preciso ter alguns biscoitos pra minha filha. Não sei vocês mas eu, quando a compulsão tá demais, ataco coisas que normalmente nem ligo muito...mas não foi uma jacada, foi uma "mini - jacada" digamos assim...
Apesar de tudo, hoje me pesei e : 57 kgs 7!! Bom , muito bom!!

Sexta - feira vou começar a caminhar com a mãe de um amiguinho da minha filha, então, um dos desafios que me propuz vai começar a ser cumprido!!
Bjs! Tô indo visitar vocês!!

terça-feira, 28 de setembro de 2010

Peso de hoje: 58,4. Menos 900 gramas!

Se eu puder ter uma perda boa assim toda semana, sem dúvida, no Natal já estarei magra. Essa semana eu menstruei então desinchei . Ainda tô penando pra incorporar alguns hábitos saudáveis mas ao mesmo tempo, tentando ir com calma, sem me exigir demais, por exemplo, um dia que estou mais fissurada em comida, dou um prêmio inocente pra mim, podem ser 5 biscoito de aveia e mel ou um minitalento dark....só nao dá pra ser todo dia como eu estava fazendo. Tem funcionado pra mim.

Sobre aquela amiga de ontem ,ela hoje ligou aos prantos me pedindo desculpas, desculpei sim , ela estava em crise mas deixei claro que não vou tolerar mais ouvir aqueles absurdos que ela me disse.

No mais , tudo bem. Tenho estado tranquila. Ainda reunindo coragem pra recomeçar a "operação casa arrumada" e também a começar a estudar.

Bjs grandes!!

segunda-feira, 27 de setembro de 2010

Sobre amizade e sobre ontem à noite...


Queria confessar que ontem ,antes de dormir, dei uma "jacadinha" básica. Comi biscoito e uns pingos de chocolate que minha filha não comeu...depois me arrependi, claro. Hoje pensei em comer , enfiar o pé na jaca mas fui forte e resisti. Tenho muito medo de entrar de novo naquele círculo vicioso. Foi tão difícil rompê-lo! Mas a comida , ou melhor , o comer compulsivo ainda é muito forte em mim. Acho que nunca, nunca mais vou comer sem medo de não conseguir parar.
Não sei como vai ser a pesagem amanhã mas essa semana não estou sentindo muita diferença na folga nas roupas ou mesmo na aparência. Vamos ver, né?
Hoje tive uma chateação com uma amiga de muito tempo ,uma pessoa boa de coração mas desequilibrada emocionalmente. Ela está em crise e me acusou de não ser amiga dela e disse que não quer mais me ver. Só por eu nao ter concordado com um absurdo que ela me disse.
Não fiquei com raiva dela pois sei que ela é doente, fiquei triste pois tenho poucas , muito poucas amigas. Não sou daquele tipo de pessoa que conhece alguém e um mês depois já vira amiga de infância e nem sou de dizer "-Fulana é como uma irmã pra mim!" pois sei o que é uma irmã, o laço que isso significa. Mas , estando tão só como estou, com minha única irmã tão afastada de mim, quase uma estranha, gostaria de ter um círculo maior...
Não quero ser como meus pais que não cultivaram as amizades e hoje vivem ensimesmados, tristonhos, irritadiços, só tem um ao outro...acho importante amizade sim, é muito bom trocar idéias, sair para o mundo, conhecer pessoas, mentes diferentes...





Uma coisa que eu pensei e até falei para meu marido foi que "Esse verão eu vou viver, quero ir na praia, não ficar me escondendo, não ser uma expecatadora da vida. Perdi muito tempo já adiando ser feliz, adiando começar a viver, chega ! A vida é agora!!

domingo, 26 de setembro de 2010

Fim de semana atípico.


No sábado depois do almoço na casa da minha mãe, fui no shopping com minha filha. Vi umas roupinhas lindas mas só vou comprar qualquer peça quando estiver uns 6 kgs mais magra.
No domingo meu marido ficou em casa e fomos almoçar fora nós três, como a muito não acontecia. Foi muito bom.
Bom também foi que minha menstruação desceu, então na terça espero estar menos inchada.
Com tudo isso,  fiquei mais leve , visto que domingo à noite é sempre meu momento de deprê. Hoje estou bem!
Bom início de semana pra todo mundo e muita força na peruca!!

sexta-feira, 24 de setembro de 2010

Andei pensando muito / Decontrole antes de dormir.

Antes de tudo , queria confessar que ontem me deu uma larica braba e fui no armário onde guardo alimentos não perecíveis e comi 2 club sociais recheados, dois mini wafers e un 8 biscoito de coco. Pensei: Jacada! Mas , ao meu ver , foi mais um descontrole , nada de muito sério ...
Os pontos positivos foram:

1º Não saí pra comprar comida como sempre fazia, comi coisas que tinha em casa.
2ºNão comi até me empanturrar.

Já são pontos positivos...estou me atendo a não me apegar a coisas negativas.

O que andei pensando foi que minha perda de peso deu uma desacelerada, o que é normal, até por que , o que eu fiz basicamente foi reduzir o que eu comia pela metade, o que já foi muito mas agora não está funcionando mais, ou ao menos, não está funcionando na forma que eu quero. Então hoje já vou "enxugar" minha alimentação à noite pra dar um 'gás" no emagrecimento.

No mais, ando bem irritada (TPM?)  e minha filha anda me exaurindo, além de muuuito arteira (totalmente normal, ela tem 3 anos,né?), tá me consumindo muito pois o pai anda ausente por conta da campanha .


Amanhã , almoço na casa de minha mãe...tédio...acho que depois vou sair com minha filha e fazer algo diferente e não ficar esperando emagrecer pra começar a viver.

terça-feira, 21 de setembro de 2010

Menos 300 gramas, mas quero acelerar o emagrecimento!

No sábado, como disse, dei uma espiadinha na balança e deu 58,8. Mas hoje, como devo estar retendo líquidos e tal, subi meio quilo mas desci 300 gramas desde a semana passada, ou seja, peso de hoje: 59,3.
Não é que eu queira um emagrecimento dramático de uma semana pra outra mas acho que seria muito bom ir emagrecendo em média 700 ou 800 gramas pela semana. Acho que ir perdendo 100, 200 gramas vai desestimulando,sabe?Como o que estou fazendo é um controle alimentar, não uma dieta, certamente não estou queimando tantas calorias que me dêem uma perda maior durante a semana. Não estou reclamando , é bom deixar claro pois tenho ciência de que eu estou no comando do meu emagrecimento ,o que é preciso é o que sempre digo que vou fazer: Diminuir os carboidratos e aumentar a atividade físia.
Bom, então é isso, vamos ver se eu consigo fazer essa semana mais certinha. Não sei se na próxima pesagem vou estar na TPM pois meu ciclo não é muito regular, mas daqui pra lá eu penso nisso.
Bjs!!

segunda-feira, 20 de setembro de 2010

Segundona...

Hoje renovei minha carteira de motorista. Fiquei ansiosa com aquela prova teórica mas passei, ufa! Agora, a foto que vai ficar na carteira...gente, que diferença da minha carteira antiga! Tudo bem que eu estava 5 anos mais nova mas eu acho que como eu estava com uns 50 kgs, meu rosto estava mais harmonioso,menos bolachudo. Eu também tinha um cabelão loiro comprido e acho que isso me favorecia . Não quero voltar a usar cabelo comprido, acho que não fica mais bem em mim aos 38 anos mas talvez eu deva dar uma clareada no cabelo, mudar...sabe quando você se sente feia numa foto? E a menina que tira foto disse que eu só teria duas chances, se eu não gostasse da primeira e quisesse uma segunda, a primeira  seria excluída. Daí eu pedi outra e fiquei feiosa também. Saco!
Nunca fui linda, sempre estive mais pra bonitinha, simpática mas quando estou numa fase boa, claro que tem aquele clichê de que "o que você sente por dentro transparece por fora". Acredito mesmo nisso e acredito também que a gente é o que a gente acredita ser.


Amanhã é meu dia de pesagem mas eu dei uma "espiada" no sábado, não resisti. Mas posto o peso amanhã que é o dia da pesagem oficial.

sexta-feira, 17 de setembro de 2010

Sumida por uns dias, mau estar...

Falei aqui que estava sem meu antidepressivo a uns 3 dias. Pois bem, na terça à tarde, comecei a piorar, me sentindo triste, irritada, sem paciência com nada. Fui lá no consultório do médico pra pedir uma receita. Um sufoco, tive que ficar esperando praticamente na porta pra dar uma entrada na sala na cara de pau mesmo e falar com ele. E eis que tem uma moça que também estava lá pelo mesmo motivo (conseguir uma receita). Esse psiquiatra é um homem boníssimo, atende pessoas que não podem pagar de graça e cobra um preço simbólico pelas minhas consultas. Só que essa moça,coitada, era completamente pirada, não parou de falar dos seus problemas e junto dela ,eu era a pessoa mais sã e zen do mundo! Era tudo o que eu precisava, estando tão nervosa!! Mas vai ver, Deus a colocou no meu caminho pra eu ver que no mundo tem pessoas muito piores do que eu.
Bom, depois de um certo constrangimento por "invadir" a sala do médico antes que seu paciente de fato entrasse e após conseguir a minha receita, fui pra casa me sentindo melhor. Mas  passei o resto do dia me sentindo péssima: Uma tontura e uma náusea terrível! Minha bebê escolheu justamente esse dia pra fazer um escândalo na volta da escola e continuar malcriada e birrenta o resto da noite. Não é gravidez nem TPM, acho que tive uma espécei de virose, misturada com a falta dos remédios.
Mas minha semana tumultuada não para por aí: Ontem , soube que uma "amiga" da onça leu minhas conversas do msn através de um programa, acho que é um tipo de programa espião. Essa ex- amiga é uma pessoa fútil, competitiva e venenosa mas, como eu tenho o coração mole, tentei falar a respeito com ela, falei em valores, em não cultivar tanto o ter...e no msn eu e uma amiga em comum falamos sim dela. Mas daí ler minha conversa? Isso não é ilegal?? Seja como for, a exclui da minha vida e nem vou no aniversário da sua filha  que vai ser no domingo.
Continuei  péssima por mais dois dias. Com nojo de comida, sem conseguir ler a tela do computador pois me dava dor de cabeça.
Hoje fui me encontrar no shopping com uma amiga de muitos anos que é meio piradinha, mas uma maluca do bem. Me senti melhor, talvez por ter distraído minha mente. Sei lá, acho que nosso pensamento tem um poder tão grande que eu até me pergunto se eu mesma não teria " fabricado" esse mau estar todo...ou talvez seja meu organismo me dizendo que preciso me cuidar,comer mais frutas e verduras, mais proteína, não me entupir de coca -zero...
Creio que não emagreci muito pois mesmo sem fome , me forcei a comer os meus pontos da dieta, até por que , tinha medo de me sentir mais fraca ainda.
Minha barriga ,ou melhor, a pochete que eu tenho está me cheteando muito. Ms enquanto eu não tomar uma atitude, ela não vai sair. Depois de tanto engorda e emagrece e depois de uma gravidez, não é de se admirar que esteja ssim.
Bom, então é isso, bola pra frente, estou cheia de planos, só quero melhorar desse mau estar, ainda me sinto meio debilitada.

Vou visitar vocês. Bjs!!

terça-feira, 14 de setembro de 2010

Menos 500 gramas!

Peso de hoje: 59,6
Tá ótimo, sem esquecer que não estou me privando de quase nada, lógico que respeitando as quantidades.
Volto mais tarde , vou no salão dar um trato em mim, tô precisando.
Bjs a todas!!

segunda-feira, 13 de setembro de 2010

Meu fim de semana, antidepressivos...

Sábado dia mega estressante! Almoço na casa da minha mãe: Ela começou criticando minhas unhas que estão pintadas de "Melancia" da Colorama ("-Que côr feia é essa?) .Eu estava toda orgulhosa das minhas unhas feitas mas já esperava por uma espetada assim, ela não aprova meu bom gosto.
Ela paga meu plano de saúde e depois de me dar o dinheiro, começou a me falar que eu preciso voltar a trabalhar, que ela não vai viver a vida toda,etc. e etc.
Claro que eu sei de tudo isso , claro que eu preferia estar trabalhando ,mas como já falei aqui e como ela mesma disse: Não consigo um emprego que cubra os custos de uma escolinha integral pra minha filha!!
O resto do dia foi assim, ela amarga e eu tentei ficar na minha, pensei em sair pra algum lugar, mas , sinceramente, sem coragem.
No final do dia as coisas se acalmaram.

Não resisti à curiosidade de me pesar no domingo: 59,8 mas esse não é o meu peso oficial pois minhas pesagens são às terças. Muito bom ,mas no fundo, eu me cobro muito e achei que estaria com 59 ,5 mais ou menos. Que saco,né? Está bom demais, tô na casa dos 50!!
Domingo fui pra casa de campo da minha irmã, eu não tenho muita intimidade com ela como tínhamos antes mas é legal lá, tem muito espaço pra minha filha brincar.
O almoço só foi servido às 3 da tarde e eu já estava verde  de fome mas consegui me controlar.
Esses dias notei que estou mais ansiosa , com mais fome, talvez seja o clima de final de semana.
Pedi pra minha sobrinha tirar umas fotos minhas , ficaram legais mas a blusa franzida ficou marcando minha barriga (esqueci de mrchar, hehehe!) e por isso, não vou postar. Depois tiro outra e faço um "antes e depois".



Hoje estive num estado de nervos horroroso. Acho que nunca disse aqui  ( nunca achei necessário), eu tomo antidepressivos e estou a uns 3 dias sem tomar. Creio que estou sentindo os danos da falta deles...tenho que ir amanhã sem falta na médica pra conseguir uma receita.
Não tenho nenhum pudor em falar sobre antidepressivos. Só uma pessoa muito arcaica tem preconceitos com eles. Claro que podendo enfrentar seu males sem medicação, é bem melhor, você não vai gastar dinheiro nem enfrentar os efeitos colaterais ( ultimamente tenho bem poucos) mas se vc tem um problema que um comprimido pode ajudar, por que sofrer mais ainda, desnecessariamente?
Antidepressivo não é milagre, a pessoa precisa fazer sua parte, reagir, buscar se ajudar. Mas é um grande aliado pra pessoas como eu que vivem melhor com eles. Uma prova que ele não faz milagre é que mesmo tomando - os, ainda tenho uma certa angústia, ainda tenho TPM...por isso, eu procuro entender esses sentimentos pois vejo que fisicamente estou medicada, então preciso de uma melhora comportamental.

Amanhã é meu dia de pesagem. Se continuar no 59,8 já tá de bom tamanho.
Bjs, volto mais tarde!!

sexta-feira, 10 de setembro de 2010

Dia legal.

Passei o dia alegre, bem humorada.


A casa está razoavelmente arrumada, a gula sob controle, minha filha linda, saudável, feliz...
No entanto,  na parte da tarde, mais precisamente, no entardecer, quase sempre me bate uma melancolia,uma angústia e um medo de algo que não sei definir, só sinto. Ô cabecinha confusa essa minha! Se eu pensar racionalmente , não tem nenhuma razão pra me sentir assim e é isso que estou lutando pra ser: Mais racional, menos  fantasiosa, por assim dizer.


Só quero cultivar coisas boas, pensamentos alegres e não dar ouvidos a esses pensamentos tolos que me acometem. Acho que sou meio viciada em entristecer. Já me peguei pensando: "- Está tudo bem e agora?"
Ai, como às vezes minha cabeça me prega peças! Eu só quero viver e conseguir viver cada momento o mais intensamente possível. Tenho muita dificuldade de viver o hoje, o agora. Estou sempre adiando minha felicidaee para o dia seginte. Como se esse fosse meu lado B, minha vida paralela e a vida que irei viver e ser feliz é onde estarei magra, estudando, com a casa arrumada, cabelo e unhas impecáveis. Isso é uma forma de me proteger e não me jogar na vida.Repito os mesmos 'rituais" diariamente e assim, me sinto protegidinha.
Um dia de cada vez e assim eu vou conseguindo.

quarta-feira, 8 de setembro de 2010

Hoje.


Passei o dia bem, alegrinha, sem nenhuma razão mais específica. Tenho me divertido aprendendo a fazer minhas unhas , aos pouquinhos, eu chego lá, sempre quis aprender e nunca tentei de fato. Parece uma coisa tão boba mas pra mim, tá sendo tão relaxante...sem falar no legal que é você não estar dependendo de ninguém para ficar com as unhas feitas, testar esmaltes...
Maaaaas, hoje à noite , liga minha mãe e me faz uns comentários desagradáveis, coisa muito complicada de explicar, por isso ,nem perco meu tempo e eu fiquei como sempre, pra baixo. Mas por pouco tempo, amanhã já estou melhor, eu me conheço.
Uma das coisas que eu quero pra minha vida, é ser cada vez mais uma pessoa "pra cima", solar, sabe? Não quero cultivar depressão, baixo astral. Minha mãe e meu pai também tem esse lado amargurado, eles tinham uma ótima condição finaceira mas por uma série de problemas, perderam muito o poder aquisitivo e hoje vivem de forma bem mais modesta. E além de tudo, eles tem uma vida muito vazia, sem amigos, muito dependentes de televisão...
Embora sejamos moldados pelos nossos pais,ou avós, ou quem nos crie, acho que é importante romper com as características que incorporamos deles e que não nos agrada. É um exercício de autoconhecimento e força de vontade.

terça-feira, 7 de setembro de 2010

Emagreci!


Peso de hoje: 60,1!
Bom,né? Menos 1 kg e 100. E sem fazer nada muito radical. Sei que depois o peso vai "empacando", até por que ,quanto se tem menos peso pra se perder, o emagrecimento vai ficando mais lento, mas daí eu vou lançar mão de mais exercícios e termogênicos (gengibre e afins). Por enquanto,estou feliz com o emagrecimento. Uma coisa que tem me incomodado é a minha cintura e abdômen. Eu sei que não vou conseguir modelar o meu tronco enquanto não começar uma rotina efetiva de exercícios e melhorar a alimentação (diminuir carboidratos, principalmente à noite) mas por hora ,está bom, não posso me cobrar tanto.
Meu feriado vai ser em casa mesmo, meu marido está viajando a trabalho e ficamos eu e minha filha. Só tenho uma irmã , éramos muito ligadas mas ela se afastou muito, já tentei várias vezes me aproximar dela mas ela anda muito esquiva e muito voltada para a família do marido. Acho que no fundo, quer fugir dos problemas da nossa família...ela tem uma casa de campo, mas dificilmente vou lá. Tentei ligar para uma amiga que tem uma filhinha quase da idade da minha para ela trazer a filha pra brincar com minha pequena mas ela não atendeu o celular...
Às vezes , tenho a sensação que estou sempre atrás das pessoas, mandigando companhia e elas sempre ocupadas pra mim...não posso sair com minha filha de carro pois minha carteira de motorista tá vencida (uma vergonha,né? Falta de dinheiro com falta de organização) e , não vou negar, tenho preguiça de sair a pé com ela.
Vou ficar por aqui aguardando que apareça algum programa. Ai, que tédio!!

sábado, 4 de setembro de 2010

Depois de ontem...

Ontem cheguei a ir até o elevador pra passar na padaria e comprar tranqueiras e comer. Pensei:" - Nem emagreci mesmo!". Mas daí dei meio volta. Duas horas depois, já havia comido minha janta sem exageros (ainda não como eu quero) e fiquei feliz de ter desistido.
Então, hoje não resisti e me pesei de novo...tcharam.....60,5!
Mas só vou me pesar na terça e nem me animar tanto, ou melhor, tentar não me animar pois pode muito bem ser uma flutuação de peso . De todo jeito, isso mostra como a balança não pode ser o único parâmetro pra quem tá fazendo dieta pois ela nos prega muitos sustos e pode nos desanimar mesmo, algumas vezes.
Bjs, volto mais tarde!

sexta-feira, 3 de setembro de 2010

Tive a infeliz idéia de me pesar...

Como achei que tinha desinchado e tal, resolvi me pesar hoje (meu dia de pesagem é na terça). Daí que o peso continua o mesmo. Não aumentou mas não eliminei nem 100 gramas! Fiquei triste, mesmo sabendo que minha alimentação não está corretíssima, ou seja, não diminuí os carboidratos, meu jantar não está mais leve e também, não comecei meu programa de exercícios. Mesmo assim, dá raiva,né?
Pensei, pensei muito. Pra começar, embora tenha até facilidade para emagrecer, meu metabolismo não é mais o de uma menina de 18 anos, então a dieta tem que ser mais rígida do que estou fazendo. E preciso assumir de vez a idéia de fazer dieta e não ficar me enganando burlando as porções, comendo 5 bicoitos de coco (são 3 pontos flex)ao invés de uma maçã, por exemplo. Talvez essa alimentação que estou tendo agora me sirva pra manter o peso, não para emagrecer.
Por um lado, isso foi bom pra me acordar. Papai Noel não existe e pra emagrecer, tenho que fazer minha parte efetivamente.
Bjs!

quinta-feira, 2 de setembro de 2010

Operação casa arrumada continua.


Hoje dei prosseguimento à arrumação. É um trabalho de formiguinha, não sei se sou eu que sou muito lenta ou se tem muita coisa pra arrumar, lavar , polir...acho que os dois. Meu apê tá até pegando jeito de lar...hum!
A TPM foi embora, a menstruação desceu hoje, , ufa! Melhorei e muito daquele nervosismo. Estou indo bem , pondo as coisas em ordem, indo aos médicos que eu ficava protelando, levei minha filha à dentista, ...
No mais, minha vidinha está na mesma: Lendo muito, cuidando da minha filha e navegando na net. As coisas estão tranquilas.
Bjs a todas!

quarta-feira, 1 de setembro de 2010

Arrumando a casa.


Comecei uma arrumação no meu apê. Hoje passei a tarde tirando o pó e rasgando um monte de papel que não servia pra nada da estante que ficam meus livros e pastas de documentos. Teve uma hora que me deu vontade de jogar todas aquelas tralhas fora (menos meus livros,claro!) mas , como tudo na vida, tem que ter persistência e , no final, até me senti bem. Passei a tarde nessa estante, ou melhor , tirando o tempo que almocei e parei pra buscar minha filha e pra comer uma fruta, foram três horas só na estante. Ainda tem um monte de coisa pra colocar em ordem, mesmo meu apartamento sendo pequeno, tenho uma dificuldade enorme de me organizar e no fim, termino perdendo muito mais tempo procurando coisas e chego até a perder objetos!
Meu marido não colabora e minha filha de três anos bagunça tudo (estou tentando dar noções básicas de organização pra ela, o que for possível para entrar na sua cabecinha , claro) mas eu que tenho que tomar o leme do barco que é esse lar e não posso ficar reclamando sem fazer nada.
Um dos meus objetivos é aprender a ser mais organizadas, acho que assim até minha cabeça vai melhorar.
Estou me sentindo um pouco inchada , talvez a menstruação esteja pra vir , não sei pois meu ciclo não é certinho. Vou começar a usar aqueles adesivos contraceptivos, mas ainda é um teste. Optei por esse método pois não me dou muito bem com anticoncepcional por oral.
A alimentação continua "meia boca" mas hoje consegui comer apenas uma fruta no lanche da tarde , estava acrescentando uma espiga de milho ou uma barrinha de maxi goiabinha e amanhã procuro melhorar em outra coisa. Mesmo não ultrapassando a pontuação permitida no Vigilantes, creio que vou me beneficiar trocando bolachinhas e barrinhas doces por frutas e, um dos meus maiores desafios: Deixar minha alimentação da noite mais leve.
Bjs!

terça-feira, 31 de agosto de 2010

Menos 600 gramas.

Emagreci 600 gramas. Pra quem deu umas escapulidas e não fez muito exercício físico tá bom. Mas não quero ir diminuindo a perda de peso desse jeito, vou tentar acelerar o ritmo pra não desanimar.
Hoje estou bem sonolenta pois minha filha acordou antes de 6 horas e eu durmo muito tarde. Fico na net, depois vou lêr e quando vou pegar no sono, é uma da manhã, às vezes até duas!
Volto mais tarde. Bjs!!

segunda-feira, 30 de agosto de 2010

Segundona, medo da balança...


Olá!
Como já falei, essa semana cometi vários tropeços. Sei que meu metabolismo não é espetacular e posso não ter emagrecido nada. Amanhã é a pesagem e estou morta de medo, ansiosa mesmo. Segunda passada eu tive insônia, espero que hoje de noite eu fique mais relaxada.
Esse fim de semana foi meio tenso.Minha mãe (ela de novo) notou que emagreci e já começou uma campanha pra boicotar a dieta.Ela morre de medo que eu tenha anorexia novamente (tive duas vezes)e me fez uma "ameaça" , tipo, : "-Não comece! Você sabe onde isso vai te levar!".
Saco!Estávamos numa sorveteria e eu recusei sorvete.Agora vai começar a campanha , é um inferno, ela não me deixa em paz. Só quero meu corpo de volta e ela não entende isso. Falei pra ela me deixar em paz, que ela não sabe como minha vida esteve horrível nesse tempo em que engordei, que minha auto-estima ficou no pé, meu casamento naufragando, que eu não me aceito gorda,não sou feliz gorda nem nunca vou ser.
Eu entendo que ela se preocupe mas não pode ficar me controlando desse jeito.
Ai,ai...por que meu relacionamento com minha mãe não é mais leve? Eu mesma sou culpada pois sou muito ligada a ela, sempre esperando inconscientemente sua aprovação, procurando por ela quando estou muito deprimida...38 anos na cara e não aprendo.
Não sei o que há comigo, estou naquela fase de ficar chata, sem paciência pra nada, sem vontade...felizmente estou fazendo a dieta , que não é bem uma dieta , é mais um controle alimentar. As coisas vão se estruturar, tenho erteza. Por enquanto, só posso esperar que o tempo passe e essa "crise" acabe. Mas é uma coisa doida querer que o tempo passe pois eu busco na verdade aproveitar cada minuto da vida e não consigo. Fico adiando ser feliz, adiando meus projetos, dizendo a mim mesma que quando eu emagrecer vou ser feliz, o que é uma grande bobagem pois já estive até abaixo do peso e me sentindo infeliz...acho que isso é apenas uma desculpa pra não enfrentar a vida, não enfrentar os meus medos e lutar pra ser o que quero. Mas nem sei o que quero. Será que tem algum teste vocacional para uma quase quarentona?
Meu consolo é saber que amanhã vou estar melhor, por que é sempre assim que acontece.
Estava vendo uma reportagem na TV sobre a obsessão pelo corpo perfeito e um psiquiatra falando que todas essas pessoas que buscam a perfeição estética na verdade são imaturas e inseguras (novidade,né?). Mas uma coisa ele falou que me fez pensar: Uma pessoa saudável é aquela que sabe lidar com suas frustrações, mesmo não sendo tão bonito, tão rico ou tão feliz quanto desejaria. Acho que esse é o pulo do gato , se aceitar e realçar as qualidades, não ficar focando nos defeitos. Já consegui muita coisa em mim mas ainda tenho que amadurecer muito.
Bjs!

sexta-feira, 27 de agosto de 2010

Trapaceando...


A trapaça é comigo mesma, com a dieta. Ando comendo umas "coisinhas" que não anoto,sabe? Exemplo: Se minha filha está comendo pipoca, pego um punhado pra mim. Como uma fatia a mais de queijo que o permitido, "belisco" 6 mini-torradinhas e por aí vai. Pode parecer bobagem mas esses detalhes fazem diferença sim. Estou satisfeita de ter rompido o ciclo vicioso de mais de um ano que era comer compulsivamente e depois me sentir um lixo, para no outro dia começar tudo de novo. Mas ainda preciso corrigir várias coisas, além dessas "trapaças": Ainda não consegui diminuir os carboidratos da noite e não comecei um programa de exercícios físicos propriamente dito. Dou longas aminhadas quando posso, indo ao banco, ao shopping mas quero incorporar a corrida (começando com caminhada, claro) na minha vida.
Não quero me cobrar demais, sei o quanto consegui mas também não quero ficar empurrando essas coisas indefinidamente pra não virar outro círculo vicioso.
Creio que minha vida está bem vazia. Preciso voltar ao batente mas como já expliquei aqui, a escola da minha filha é cara e não adianta arrumar algo pra ganhar muito pouco,pois não vai cobrir nem a escolinha. Ontem até encontrei no shopping com uma ex chefe e ela me pediu pra enviar meu curriculum pra ela mas se for pra ganhar um salário muito baixo, não dá. Não é que eu não queira, é que não adianta! É a desvantagem de morar num bairro mais nobre: É tudo muito caro!
Hum...acho que deu pra me entender...
Estou louca pra tomar um rumo na minha vida profissional mas ando meio perdida, com um diploma que não vale grande coisa, sem perspectivas...
Sempre que converso com meu marido, ele pede pra esperar acabar a campanha (ele trabalha na parte de marketing) e assim, eu vou aguardando, fazendo uns bicos aqui e outro acolá...
Concurso? Morro de medo de enfrentar aquele monte de assuntos. Não sou hipócrita! Já passei um ano e meio estudando para concurso e cheguei até a ser aprovada num mas não fui chamada e depois, engravidei, desisti de tudo...ai,ai! Preciso ser mais persistente, ter mais força de vontade com as coisas! Desisto muito fácil! Acho que sou uma pessoa meio sem persistência ,que desanima nos primeiros fracassos...não vou mentir aqui,né? Posar de super confiante e tal. Nada a ver, procuro ser espontânea.
Não pensem que estou deprê, só estou pensativa.
Bjs e mais tarde volto para as visitas!!

quarta-feira, 25 de agosto de 2010

Melhorando...


Hoje amanheci melhor,bem melhor.
Acho que temos esses dias de mau humor e desânimo para que possamos valorizar os dias bons, em que estamos dispostas, otimistas. E para as mulheres , ainda tem essa explosão de hormônios no nosso corpo que mexe com o nosso sistema nervoso.
Ando com uma preguiça grande de sair de casa e sei o o quanto isso é ruim. Não quero ficar encimesmada com meu corpo , meu peso, a comida... Comigo isso não funciona. Por isso, tantas vezes falo também de outros assuntos aqui no blog pois eu acho que ficar só focada num assunto não é bom.
Bjs!

terça-feira, 24 de agosto de 2010

Menos 1kg e 300. Mas estou tão estressada!!


Tenho que ter metas realistas. Não posso ter aquela perda de peso da primeira semana! No fundo,no fundo, tinha esperança de emagrecer 2 kgs ou mais. Mas foi mais de 1 kg e sem falar que não fiz nada muito rígido.
Ai,ai...como sou insatisfeita! Devia estar super feliz e estou feliz mas, sei lá, talvez esteja me cobrando muito . Pra vocês verem: Ontem tive insônia pensando na pesagem! Não posso continuar assim, não quero ficar obcecada com esse assunto. Estou indo muito bem e vou melhorar!

Essa semana vou tentar caprichar mais, comer mais frutas e verduras e diminuir os carbos à noite.

Por que tem dias que a gente se sente bem, alegre, acha a vida bela e em outros se sente um lixo, sem paciência, sem vontade de nada? Tudo bem que não dá pra ficar feliz o tempo todo mas eu queria ao menos ,lidar melhor com esses dias difíceis.

Desculpem o mau humor. Vai passar...

Volto mais tarde, vou dar uma "maquiada" na casa.
Bjs!