Chegando lá!

segunda-feira, 30 de agosto de 2010

Segundona, medo da balança...


Olá!
Como já falei, essa semana cometi vários tropeços. Sei que meu metabolismo não é espetacular e posso não ter emagrecido nada. Amanhã é a pesagem e estou morta de medo, ansiosa mesmo. Segunda passada eu tive insônia, espero que hoje de noite eu fique mais relaxada.
Esse fim de semana foi meio tenso.Minha mãe (ela de novo) notou que emagreci e já começou uma campanha pra boicotar a dieta.Ela morre de medo que eu tenha anorexia novamente (tive duas vezes)e me fez uma "ameaça" , tipo, : "-Não comece! Você sabe onde isso vai te levar!".
Saco!Estávamos numa sorveteria e eu recusei sorvete.Agora vai começar a campanha , é um inferno, ela não me deixa em paz. Só quero meu corpo de volta e ela não entende isso. Falei pra ela me deixar em paz, que ela não sabe como minha vida esteve horrível nesse tempo em que engordei, que minha auto-estima ficou no pé, meu casamento naufragando, que eu não me aceito gorda,não sou feliz gorda nem nunca vou ser.
Eu entendo que ela se preocupe mas não pode ficar me controlando desse jeito.
Ai,ai...por que meu relacionamento com minha mãe não é mais leve? Eu mesma sou culpada pois sou muito ligada a ela, sempre esperando inconscientemente sua aprovação, procurando por ela quando estou muito deprimida...38 anos na cara e não aprendo.
Não sei o que há comigo, estou naquela fase de ficar chata, sem paciência pra nada, sem vontade...felizmente estou fazendo a dieta , que não é bem uma dieta , é mais um controle alimentar. As coisas vão se estruturar, tenho erteza. Por enquanto, só posso esperar que o tempo passe e essa "crise" acabe. Mas é uma coisa doida querer que o tempo passe pois eu busco na verdade aproveitar cada minuto da vida e não consigo. Fico adiando ser feliz, adiando meus projetos, dizendo a mim mesma que quando eu emagrecer vou ser feliz, o que é uma grande bobagem pois já estive até abaixo do peso e me sentindo infeliz...acho que isso é apenas uma desculpa pra não enfrentar a vida, não enfrentar os meus medos e lutar pra ser o que quero. Mas nem sei o que quero. Será que tem algum teste vocacional para uma quase quarentona?
Meu consolo é saber que amanhã vou estar melhor, por que é sempre assim que acontece.
Estava vendo uma reportagem na TV sobre a obsessão pelo corpo perfeito e um psiquiatra falando que todas essas pessoas que buscam a perfeição estética na verdade são imaturas e inseguras (novidade,né?). Mas uma coisa ele falou que me fez pensar: Uma pessoa saudável é aquela que sabe lidar com suas frustrações, mesmo não sendo tão bonito, tão rico ou tão feliz quanto desejaria. Acho que esse é o pulo do gato , se aceitar e realçar as qualidades, não ficar focando nos defeitos. Já consegui muita coisa em mim mas ainda tenho que amadurecer muito.
Bjs!

5 comentários:

Renata disse...

hey dri! quer meu tel?! topa me ligar?! vamos trocar uma idéia?!rrsrs... brincadeira. aqui é um diário seu. sei que não está mto interessada em respostas... inclusive, não poderia dá-las mesmo, pq eu não sei... de nada! rrsr! mas tenho que confessar que temos mtas afinidades. os mesmos questionamentos, o mesmo querer, e etc, etc... mas pelo pouco que tenho observado, temos natureza um pouquinho diferentes... eu sou ansiosa sim, mas eu facilmente me distraio, inclusive de minhas tristeza; e também, eu tenho plena convicção e certeza de que tudo caminha pro melhor, as vezes não é o que a gente quer, mas era o melhor que poderia ter acontecido.. entendeu?! acho que me perdi... whatever! mas duas anorexias?! nossa já tentei hein... rrsrs.. desculpe! é normal né?! que os a sua volta se preocupem... se cuida direitinho hein.. bjão! adoro muito isso aqui!

Lú Pinheiro disse...

Oi que Deus te dê calma, nada como um dia após o outro...
bjinhos flor

Cecília disse...

Já tive anorexia, bulimia, e agora sou compulsiva. Hoje meu humor varia com meu peso. É imaturo sim querer um corpo perfeito, mas é burisse se conformar com um corpo que não te torna feliz, sendo que você tem como melhorá-lo (sem obsessão)... Beijo

Cecília disse...

Que alegria ler seu recadinho! Sou farmacêutica e trabalho como bioquímica em um hospital! Amo o que faço!! =)
Muito bom manter essa interação!
Tenho 1,70m e 61/62Kg, mas não sou magra. Minha cabeça é gorda, e meu foco é a comida. Não consigo me curar da compulsão, engordo 10Kg em meses mesmo de "dieta". Cansei de viver nesse engorda/emagrece, nunca estável e feliz, aproveitando outros prazeres da vida... É um vício que preciso curar!

Cris disse...

Amiga, todas nós temos nossos medos, fraquezas e inseguranças. Acho até que isso tem ligação direta com o excesso de peso.Eu também tenho relacionamentos complicados com alguns membros da família mas levo numa boa, finjo que não é comigo e por aí vai, se não a gente pira o cabeção, né?
Já até sei que vc está melhor porque depois desse post já tem um novo falando do seu emagrecimento.
Bola pra frente!
Bjos.