Chegando lá!

terça-feira, 6 de abril de 2010

Lições da vida, revista, comedores compulsivos e outras coisas...


Gostaria de estar com o espírito leve, animada, fazendo minha reeducação alegre e feliz. Mas a verdade é que estou numa fase de muita má vontade com meu emagrecimento, estou tentando fazer a RA a pulso mesmo, por que não tem outro jeito, esperando que minha força de vontade e minha animação venham pois se eu for esperar que minha cabeça melhore, que minha cabeça emagreça, vou engordando,engordando e posso ganhar mais e mais quilos. Creio que me sinto mto presa por conta da minha filha, ela tem 2 anos e 7 meses e ainda é um bebê, faz birra, tem as horinhas de sono, de papá dela...então eu vivo pra essa pessoinha, lógico, sou mãe dela ,as talvez se eu tivesse uma vida mais preenchida, não estaria tão obcecada pela comida como estou agora. Não vou cair naquela de "a grama do vizinho é sempre mais verde". Eu lembro que qdo era solteira e sem namorado, eu sempre pensava que quem tem marido ou namorado tinha sempre mais força pra emagrecer,mais estímulo,etc. do mesmo jeito que uma mulher que estuda,trabalha fora pode viver louca para ter tardes em casa,mesmo cuidando de uma criança pois acha que assim descansaria mais e levaria sua RA de forma mais fácil.
Lembrei agora de um aniversário que fui, meu tio - avô depois de levar um susto do coração, estava 8 kgs mais magro e quer emagrecer mais 4. O aniversário tinha todo tipo de crepe, doce e salgado, duas tortas, vinho à vontade e sabe o que ele comeu? Folhas e peito de peru (que era um dos recheios do crepe).Quando perguntaram se ele não ia sair"só aquele dia" ,ele disse que todo dia havia um motivo pra sair da dieta e ele preferia se manter firme. Falou tb que caminhava todo dia ,com raiva pois detesta mas caminhava. Esse meu tio era ultra-,super guloso, comia um queijo do reino inteiro em dois dias fazendo sanduíches com manteiga e tá aí, super disciplinado.
Contei essa historinha pra que todo mundo veja que é capaz e que todo mundo pode buscar dentro de si essa força que meu tio achou.
Comprei a revista com Fafy Siqueira,não resisti. Como não tenho scanner, coloquei uma foto, talvez dê pra lêr...

3 comentários:

Gabriela disse...

Uau ! Que legal essa reportagem com a Fafy , não sabia que ela tinha emagrecido , ficou bonitona !!!!

Baita invejinha do seu tio-avô !
Tb ando meio lenta com a R.A. , não como absurdos nem tenho compulsão , mas sempre tem um docinho na minha vida. E um docinho aqui outro acolá , sabe bem onde vão parar né ?

Beijocas

Nic disse...

Olá, Adriana! É a primeira vez que leio seu blog e me identifiquei com ele... Também tenho uma filhota de 11 meses, me desgasta um tempo danado, e ainda trabalho fora e tenho que cuidar da casa. Por muitos meses, após ter tido minha filha, fiquei relutando contra minha vida sedentária, me lastimando, enchendo a pança de doce e massas, tomando 2 litros den coca-cola diariamente. Mas foi quando eu me deparei com o colesterol altíssimo e foi quando a ficha caiu. Se Eu não me amar, quem irá me amar? Fiquei tão desesperada, comecei a caçar na Internet alguma "dieta milagrosa" para Colesterol... Foi Quando eu achei vcs, blogueira, gordinhas assumidas, que pedem ajuda para emagrecer... Faz 3 semanas que tenho blog e nesse tempo já consegui madar embora 5.800kg!!! Isso tudo com ajuda de vcs... Pois cada vez que tento me desanimar, lembro da história de cada uma, das torturas, tentações e superações!!!
Então, Minah Amiga, Não deixe que a rotina da sua vida te atrapalhe. Seja vc dona decsa, ou profissional de sucesso! Reaja e não entregue os pontos!!! Lute!!! E me ajude também a vencer esta guerra contra a balança!!!
Um dia abençoado pra vc!
Estou te seguindo, tá?
Bjinhos

Liliane Albino disse...

Olá,primeira vez que passo por aqui e adorei.Força é o que precisamos,sei que não é fácil mais temos que nos determinar,pois só assim conseguiremos.Beijos!!!
Ps:qual revista tem essa matéria com a Fafy?